Confira nossas notícias


A educação transformadora nos projetos do Instituto Robert Bosch

Projetos do instituto Robert Bosch transformando vidas

28/04/2019


O acesso à educação inclusiva e de qualidade faz parte dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis (ODS), lançados pela Organização das Nações Unidas (ONU). O aprendizado e o desenvolvimento de raciocínio, habilidades técnicas e socioemocionais são fatores essenciais para a evolução da sociedade.

Essa premissa vem exatamente de encontro com o fundador da empresa, que há quase 100 anos já enxergava o poder da educação transformadora. “A educação liberta”. A frase dita em 1923 por Robert Bosch, inspirou o Instituto Robert Bosch a definir uma das suas principais causas, a educação. Ao investir em uma série de atividades educacionais, o Instituto mostra que, mesmo em meio a um cenário desfavorável, surgem conexões poderosas, capazes de socializar conhecimento e experiências.

Ao atuar em ações com foco na educação de crianças e jovens, o Instituto promove o desenvolvimento social de comunidades vizinhas às fábricas e escritórios da Bosch no Brasil. São dezenas de projetos nas áreas de voluntariado, formação socioemocional, projetos apoiados e profissionalização.

Conheça histórias inspiradoras de pessoas que transformaram suas vidas por meio de projetos realizados ou apoiados pelo Instituto Robert Bosch.

Leticia Cristina Corrêa dos Santos, 26 anos, Campinas-SP

“Participei do Formare em 2008. O que eu aprendi no projeto me fez traçar uma meta de vida e de estudo. Depois do Formare, já ingressei no mercado de trabalho, finalizei o ensino médio e logo em seguida passei a cursar Administração. Durante a faculdade, fiz vários cursos, entre eles o de inglês. Estagiei em duas empresas antes de conseguir o meu primeiro estágio na Bosch Campinas. Tive a oportunidade de realizar um estágio na Alemanha e depois de trabalhar na Bosch Colômbia.Hoje estou de volta a Campinas. Essas oportunidades, além de aumentarem a minha bagagem profissional, foram experiências de vida. A educação é uma das minhas bases. Ela transforma e realiza sonhos quando há empenho e dedicação”.

Thamires Thaina da Silva Skakum, 17 anos, Curitiba-PR

“Participar do Projeto de Profissionalização em 2017 me tornou mais confiante para o mercado de trabalho. Hoje me sinto preparada para lidar com os desafios, levando cada um deles como uma nova oportunidade de crescimento. Sempre gostei de ler e por meio do projeto, conheci a editora em que hoje sou aprendiz. Mas, trabalhar em editoras é apenas um dos meus sonhos. Depois de ter visto e sentido a transformação que tive durante o projeto, sei que educar é o meu propósito de vida. É o que fará minha existência perdurar eternamente. E talvez, escrever um livro. Acredito que a construção de uma sociedade melhor só acontecerá quando a nossa ignorância for substituída pela educação”.

Leandro Souza Doria, 32 anos, Aratu-BA

Na década de 90 participei de vários projetos apoiados pelo Primavera da Alemanha, por meio do Instituto Robert Bosch, no Centro Educacional Santo Antônio (CESA), um dos núcleos de atendimento das Obras Sociais Irmã Dulce. Os projetos dos quais participei me transformaram em uma pessoa melhor. Foi por isso que decidi retribuir o crescimento que eu tive durante os oito anos no CESA. Hoje, desenvolvo na mesma instituição, oficinas de arte e tecelagem para crianças e adolescentes. Também realizo trabalhos de acolhimento e formação profissional dos alunos. Por meio das oficinas consigo trabalhar a educação positiva, desenvolvendo o respeito e a dedicação, valores que aprendi no CESA e agora compartilho com estes jovens.

Matérias relacionadas

Mantenha-se atualizado: